DESFILE DE 2016

35,10,0,50,1
25,600,60,0,3000,5000,25,800
90,150,1,50,12,30,50,1,70,12,1,50,1,1,1,5000
0,2,1,0,2,46,15,5,2,1,0,20,0,1
Ala Feijão da Vicentina
Ala 15 - Senhoras Africanas
Ala 15 - Senhoras Africanas
Ala Comunidade
Ala 21 - Múmia
Ala 21 - Múmia
Alegoria 3 - As Viagens de Gulliver
Alegoria 3 - As Viagens de Gulliver
Ala Comunidade
Ala 12 - Soldados das Viagens de Gulliver
Ala 12 - Soldados das Viagens de Gulliver
Alegoria 2 - Netuno ou Poseidon, o Deus dos Oceanos
Alegoria 2 - Netuno ou Poseidon, o Deus dos Oceanos
Alegoria 2 - Perigos do Mar
Alegoria 2 - Perigos do Mar
Alegoria 1 - Travessia do Mar Vermelho
Alegoria 1 - Travessia do Mar Vermelho

SAMBAS CANTADOS NO DESFILE DE 1935

 

 

 

"Alegria tu terás"

Autor: Antonio Caetano

 

Alegria tu terás

Canta para ver como é sublime, ô nega

Tua paixão se desfaz

Não volta mais, não volta mais


A rosa que desfolhou

Foi por se achar cansada

De tanto fazer bonito

No romper da madrugada

Minha cabrocha

Meu divino redentor

Sou capaz de andar de rastro

Por causa do teu amor

(Alegria tu terás)

 

Alegria tu terás

Canta para ver como é sublime, ô nega

Tua paixão se desfaz

Não volta mais, não volta mais


Fico triste, afinal

Você vai saber por quê

Para me livrar do mal

Que hoje eu fujo de você

Tanto faz eu trabalhar

Como ser rapaz vadio

A roupa que Deus me dá

É de acordo com o frio

 

 


 

"Linda Guanabara"

Autor: Paulo da Portela

 

Laialá

Laialaiá laialaiá laialaiá

Como é linda a nossa Guanabara

Jóia rara, que beleza

Quando o nosso céu está tudo azul, anoitece

O céu se resplandece

Em seu bordado de estrelas

Vê-se o Cruzeiro do Sul

(Como é linda)

 

Pão de Açúcar, poderoso

Fiel companheiro da nossa baía

Vigilante, não dorme um só instante

Guardando as riquezas

Que a natureza cria

(Como é linda)

 

 

 

 

 

1930 PXI

Praça XI nos anos 30 (Foto: O Globo)