"Incrível, fantástico, extraordinário"... completamos sete anos!

Eu "gosto que me enrosco" da Portela! "Dessa gente bronzeada que mostra o seu valor", resgatando as maravilhas do samba dos tempos de "quando o samba era samba" de verdade!

Tudo começou no dia 25 de novembro de 2000. Como se fosse magia, "os olhos da noite" se abriram para celebrar a 'cerimônia de casamento' de um grupo de apaixonados pela azul-e-branco de Oswaldo Cruz e Madureira. Era uma doação de amor voluntário à Águia Altaneira – o mais imponente dos símbolos do carnaval carioca.

Hoje eu venho reclamar! Essa praça ainda é minha! Pois, mesmo diante de todas as adversidades, não nos leve a mal, mas Portela é Portela, e o Portelaweb se mantém vivo, provando a todos que "querer é poder" e "recordar é viver". Juntos, permanecemos fortes como 'o tronco do Ipê'. Epa-hei, Iansã! Epa-hei!

O Portelaweb é a mais sublime demonstração da "democracia no samba". São jovens amantes que não se cansam de buscar o "despertar de um gigante".

Vamos comemorar esta data! Vamos abrir uma exceção e fazer um "tributo à vaidade", afinal somos a majestade da Velha Guarda formosa e faceira, do luxo e do esplendor.

É hora de celebrar, comer, beber, rir, brincar e gritar: "Hoje tem marmelada"!

Não é preciso estar na cidade maravilhosa para ser portelense. Basta ter um coração azul. Está escrito nas cores da bandeira do Brasil, no espaço sideral! Não esquente a cabeça: tá tudo azul, tudo legal!
Temos o sonho de ver brevemente, numa quarta-feira de cinzas, a "festa da aclamação": Portela campeã de novo... a campeoníssima do carnaval, desaguando num mar de felicidade, o rio que já passou na vida de tantos.

Sigamos na torcida para que ela, em 2008, faça jus ao seu passado, desfilando triunfal sobre o altar do carnaval, "reconstruindo a natureza, recriando a criação: o sonho vira realidade"!

Salve o samba!

 

Autor: Marcio Roberto